sexta-feira, 13 de julho de 2012

A Andropausa X Homens

- hormônios

A Andropausa X Homens

Previna-se da Andropausa
A mulher já está acostumada com a menopausa, mas e os homens será que sabem o que quer dizer Andropausa? Para aqueles menos antenados é a deficiência do hormônio masculino, ou seja, a Testosterona. Aparece após os 40 anos de idade. Porém, os sintomas geralmente aparecem somente após os 50 anos. Quando chegam aos 30 anos, os homens começam a perder a cada década cerca de 10% dos hormônios, chegando assim aos 50 com uma perda de mais de 20%, e assim já considerados na Andropausa.

Existem duas formas de diagnóstico, a parte clínica que é pelos sintomas e a laboratorial que é feita pela dosagem da testosterona biodisponível no sangue logo pela manhã. O nível ideal no corpo masculino é de 600nd/dl sendo o mínimo de 300ng/dl.

Os sintomas são diversificados e variados, têm os de nível mental e os de nível físico.

Os mentais são:
* Fadiga principalmente a tarde,
* Má qualidade do sono,
* Insônia,
* Nervosismo,
* Ansiedade,
* Irritabilidade,
* Déficit de memória,
* Depressão,
* Redução dos níveis de energia,
* Apatia,
* Crescimento da próstata,
* Crescimento dos seios, etc.

Os físicos são:
* Obesidade,
* Alterações da composição corporal,
* Redução da massa muscular,
* Angina pectoris, enfarto do miocárdio,
* Diminuição da resposta imunológica,
* Distúrbios da ereção e ejaculação,
* Dores articulares, queda de cabelo,
* Perda de massa óssea,
* Enrugamento e ressecamento da pele.


Para aqueles que acham que o tratamento é muito difícil, devem saber que se parece muito com o da mulher. O doutor César Colaneri explica que existem diversas formas de tratamento. “Uma delas é a reposição da Testosterona bioidêntica, que é uma formulação idêntica a testosterona natural do homem. Esta pode ser por meio de injeções, gel transcutâneo (o melhor meio) ou implantes. No formato gel deverá ser aplicado no horário noturno, do lado internos dos braços, na parte sem pelos. As demais testosteronas sintéticas podem ser usadas por períodos curtos, pois por não serem naturais costumam sobrecarregar o fígado na sua metabolização. Porém, tem a vantagem de serem usadas apenas 1 vez ao mês”.


Os homens devem saber também que a Andropausa prejudica sim o desenvolvimento sexual. Há mais de 100 anos foi provado que a deficiência de testosterona levava a impotência sexual, falta de ereção e da libido. Só que os sintomas mentais vêm antes dos sintomas físicos e quando o paciente se queixa de impotência, ele já está em plena Andropausa. Além da impotência a baixa da testosterona pode causar o Câncer de Próstata. Com a baixa da Testosterona ocorre o aumento do hormônio feminino no homem, o estradiol, e este é o verdadeiro vilão do Câncer de Próstata e da Hiperplasia Prostática Benigna. Antigamente achava-se que a Testosterona era responsável pelo Câncer de Próstata, mas descobriu-se que todos os homens com Câncer têm a testosterona muito baixa e o Estradiol alto e sabe-se hoje que quanto menor a quantidade de testosterona no homem, maior é a malignidade do Clique aqui é faça o teste da Andropausa
Fonte: Dr.César de Souza Lima Colaneri
Tel: (11)3884-8070 / (11) 3057-1778